O MARKETING CULTURAL, OS FAMOSOS E A BARBER SHOP.

Como já havia comentado no texto anterior, não haviam leis de incentivo, nem muitas empresas apoiando a cultura nos idos anos 80. A lei Ruanet foi sancionada em dezembro de 1991, pelo então presidente Collor, mas no início foi bem difícil pra cultura ter o engajamento das empresas através da isenção fiscal promovida por ela.

As nossas chamadas na Rádio Ipanema FM e o apoio da rádio foram fundamentais para os espetáculos acontecerem na nossa cidade e estado.

Artistas nacionalmente conhecidos vieram para Porto Alegre graças ao esforço das produtoras e de algumas empresas parceiras que viabilizaram suas apresentações por aqui.

Além dos nossos super artistas como: Tangos e Tragédias, Neto Fagundes, Bando Barato pra Cachorro, Cheiro de Vida, vários grupos e espetáculos teatrais o Barber Shop apoiou com as suas mídias na rádio, shows de artistas nacionais como o do Caetano, Gilberto Gil, Marisa Monte, Mulheres Negras e tantos outros. Lembro bem da nossa rainha, a Gretchen, fazendo uma escova nos cabelos no Barber Shop da Independência! Um luxo receber ela e ainda de quebra ganhar um a foto autografada elogiando o nosso salão.

Neste espetáculo da Marisa Monte, lançando o disco “Beija eu”, aconteceu uma curiosidade: o patrocínio dele foi um supermercado muito conhecido da nossa cidade, a Marisa Monte estava lançando esse disco de muito sucesso e vinha para Porto Alegre. Para ela não faltou esta empresa interessada em patrocinar o seu show. A produtora responsável pela vinda dela pediu que a gente cedesse as mídias em troca deste apoio cultural, o que, pra Barber Shop era ótimo! Mas esta rede de supermercados, patrocinadora do show, pediu que retirássemos as mídias na rádio assinadas pela Barber, alegando que “não conheciam a idoneidade da nossa empresa”! Retiramos o nosso nome das chamadas e mantivemos as mesmas, de graça, deixando essa rede de mercados levar sozinha os créditos disso! Assim demos um tapa de luva e uma amostra da “idoneidade” da nossa empresa!

Apoiamos os espetáculos que foram sucesso de público do diretor Gerald Thomas com atrizes conhecidas como as Fernandas, a Montenegro e a Torres, estas duas ficaram felizes da vida com o kit de produtos da marca Barber Shop que receberam de presente. A Barber Shop apoiou também espetáculos da Regina Duarte, Renata Sorrah, Luiz Fernando Guimarães e Diogo Vilella (estes 2 artistas foram até o Barber Shop pra conhecer o nosso salão, ficaram amigos da casa, apaixonados pela nossa linha de produtos, encomendavam o gel da marca Barber Shop que tínhamos que enviar a eles pro Rio de Janeiro aos kilos!)

Foram tantos artistas, tantos artistas e espetáculos importantes que a Barber Shop apoiou com seu foco no marketing cultural, que fica difícil relacionar nomes aqui, sem deixar alguém de fora da lista.

O importante pra nós é que a cultura sempre foi o melhor negócio!  E com este slogan começa a parceria com o Bar Líder que eu conto em outro dia, ok!

Marjory Corrêa

REDAÇÃO FINAL: RANIERI RIZZA

barber-post-5

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s